A pequena.


Era uma vez uma princesa, onde todos diziam que era ela a única, e quando chegasse a outra ela não seria mais a "princesa" ou como todos preferiam dizer "perderia seu trono". Ela chegou, mas a "princesa" não agiu como todos esperavam, ela a amou a pequena, e como não amar aquela pequena criança, que acaba de chegar trazendo consigo o poder de unir os dois reinos. A "pequena princesa" é tão linda, que a "princesa" nunca pensaria que perdeu seu trono, porque ela sabia que não seria a única para sempre.
Os outros que realmente a conhecem sabe que ela  não gosta quando dizem que ela perdeu seu trono, porque o que ela vive não é algo onde se busca poder, ou preferencia, mas um lugar cheio de corações que sempre tem lugar pra mais um ou mais uma.
Quem não a conhece continua a dizer a mesma frase, e ela responde com um sorriso fraco. A verdade é que ela não perdeu seu trono, mas ela ganhou uma irmã mais nova, que deseja proteger, carregar no colo, fazer sorrir e dar muito amor.
Ela não é hipócrita de dizer que fica um pouco constrangida quando todos se voltam para "a pequena", mas logo expulsa aquele sentimento, porque ela sabe que ele não traz alegria mas somente problemas.
Ela aprendeu que não existe tronos, mas apenas espaços que mudam, as pessoas mudam, e que agora existe uma irmã com quem dividir os momentos especiais e não alguém que roube algo que não existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário