A menina que não sabia ler - John Harding


Antes de começar o post quero desejar a vocês um feliz ano novo, que 2014 seja cheio de paz, saúde, alegria, prosperidade e todas as coisas boas. Que os sonhos de vocês se tornem realidade, que possamos nos surpreender positivamente e ter forças nos maus momentos que 2014 possa ser melhor que 2013 e talvez o melhor ano de nossas vidas. 
Agora vou começar a falar do livro A menina que não sabia ler de John Harding. Através do título eu tinha uma ideia totalmente diferente desse livro, achava que a história seria outra. O título é bem literal pois Florence realmente não sabe ler pois ela vive com seu tio já que seus pais morreram e ele proibiu os empregados de ensina-lá a ler. O título original é Florence and Giles e é aquele tipo de livro que provoca fortes emoções, ou você ama ou você odeia. Eu na verdade fiquei mas pro lado de não gostar do livro. Não faz muito o tipo de livro que eu gosto de ler.


A menina que não sabia ler conta a história de dois irmãos Florence e Giles de respectivamente 12 e 8 anos de idade. Os dois são filhos de mães diferentes que ficaram órfãos muito cedo, ficaram sob os cuidados do tio que era contra a educação de mulheres e os deixava sob os cuidados dos criados.
Florence aprendeu a ler sozinha depois de descobrir a enorme biblioteca que existe escondida dentro de sua casa e por esse motivo precisa fingir que não sabe ler e não contar para ninguém sobre a biblioteca. É uma irmã muito protetora que tentar proteger Giles de tudo inclusive da nova preceptora depois que a antiga acabou morrendo em um acidente no lago.


O livro é bastante misterioso e cheio de suspense até a ultima página. Ficamos curiosos para saber as respostas de muitas perguntas que o autor deixa sobre suspense. O autor deixa a imaginação de nós leitores bastante fértil. Não gostei do livros em função de algumas atitudes da Florence que não achei muito legal e da falta de respostas sobre o livro. Mas quem gosta de suspense recomendo a leitura.


A capa original combina mais com a história e reflete bastante todo o mistério que o livro traz e da um ar pesado a trama. A capa brasileira chama bastante a atenção pelo título e por ser fofinha o que não combina em nada com a história.
Desejo uma boa leitura a quem gosta de suspense e mistério!






O Lado Bom da Vida - Matthew Quick

Um dos últimos livros que li foi O Lado Bom da Vida, ganhei de presente do meu pai <3 e logo comecei a ler. Estava bem curiosa, pois sua adaptação para o cinema garantiu a Jennifer Lawrence o Oscar de melhor atriz esse ano! 
O livro conta a história de Pat, um homem que acaba de sair de um sanatório, devido alguns problemas que no decorrer do livro nós vamos descobrindo. Quando se depara com a realidade, estranha muita coisa, e ele tem que se adaptar. Pat sempre procura olhar o lado bom das coisas, e sua maior motivação é reconquistar sua Nikki, para isso ele se esforça para se tornar uma pessoa melhor.
A narração é pelo próprio Pat. O livro tem uma linguagem bem legal e não achei cansativo. Conforme eu fui lendo, fui me envolvendo com a história dele e parando para refletir sobre muitas coisas. A diagramação é boa e a capa... PERFEITA! Serio, amores por essa capa hahaha.
Assim que terminei de ler fiquei louca para ver o filme (trailer). Apesar de sempre ficar com o pé atrás com filmes que são adaptações de livros eu me decepcionei com o filme. Ele é um pouco cansativo e apesar de ter a mesma "essência" do livro (a ideia de que o Pat saiu de uma clinica e querer se esforçar para reconquistar Nikki), o filme acabou ficando confuso em algumas partes. 
Alguns fatos importantes mudaram de ordem, e a relação de alguns personagens ficou totalmente diferente do livro, principalmente a relação do Pat com o pai dele.
Então chegamos a conclusão: prefiro o livro do que o filme \o hehehe.

Alguém leu ou assistiu o filme? Gostou?


Tamanho 42 não é gorda - Meg Cabot


Nessas férias estou lendo bastante. Um dos livros que li e terminei faz pouco tempo foi "Tamanho 42 não é gorda da Meg Cabot". Eu sei que ela é uma escritora maravilhosa e lendo outras resenhas deste livro percebi que teve gente que não curtiu muito porque a Meg (estou intima) fugiu um pouco da maneira de como ela escreve e outros que gostaram bastante. Na minha opinião o livro não me empolgou muito porque falavam que ele tinha bastante suspense nas páginas e eu não acho que tenha tanto suspense assim. 


No início da leitura demorei bastante para me prender ao livro porque ele começa bem tranquilo, foi quase na metade que o livro me fez querer ler sem parar, quando começa a surgir o suspense de quem matou as meninas que a polícia acreditava que caíram acidentalmente no fosso do elevador. Sou uma pessoa curiosa e tenho uma mania bastante estranha. Sempre leio o final dos livros tipo o ultimo capítulo sabe, antes de começar a leitura e não me importo das pessoas contarem spoilers. Quando chegou na fase de suspense do livro tive que ler as próximas páginas porque não aguentei de curiosidade para saber quem era o assassino ou assassina. Heather tem bastante senso de humor e me peguei rindo várias vezes durante a leitura.


Com essa capa do livro fofinha você não entende como a história possa ter assassinatos. A protagonista é Heather Wells uma cantora pop que fez bastante sucesso na adolescência e agora está no fundo do poço. Ela pegou seu namorado Jordan em momentos constrangedores com outra mulher, sua mãe fugiu com seu agente levando todo seu dinheiro para Buenos Aires além de ter sido demitida por querer cantar canções de sua autoria. Agora trabalha como assistente de um alojamento estudantil e mora com Cooper o irmão mais velho de seu ex namorado e engordou um pouco (ou seria bastante?).
Uma estudante do alojamento é encontrada morta no fosso do elevador por praticar surf de elevador (não sabia o que era isso até ler é pular do teto de um elevador para o outro em movimento), Heather começa a suspeitar que não tenha sido uma morte "acidental" porque garotas não praticam surf de elevador e essa garota de acordo com seu arquivo era muito certinha, depois de uma semana uma outra garota também é encontrada morta por praticar surf de elevador. Nesse momento Heather começa a investigar (se é que podemos dizer isso) os crimes e pede ajuda a Cooper porém no início ele não acredita na hipótese de crime. Heather sofre atentados contra a sua vida quando começa a xeretar além da conta.



Vou confessar que esperava outro final, um mais fofinho. Meg conseguiu encontrar uma meneira bem leve de retratar os problemas que muitas garotas sofrem para possuir a aparência e a vida perfeita. A série conta com quatro livros (só fiquei sabendo disso depois que terminei de ler) o trabalho gráfico ficou lindo, a capa é super fofinha toda rosa, e no início de cada capítulo tem um trecho das músicas de Heather.
Espero que tenham gostado da resenha porque vem muito mais por ai!



O Projeto Rosie - Graeme Simsion

Um dos livros mais legais que li nos últimos tempos! Meio pretensioso começar o post assim mas é verdade. Sou um pouco, muito, chata com livros, os que todos choram eu não, os que todos riem eu geralmente me forço a rir. Mas esse não foi o caso. Comprei esse livro ao acaso, estava de "promoção" (cinco reais mais barato não acho que pode se chamar promoção), mas o que me cativou foi a capa! Uma das mais lindas da minha estante até agora.
Não tinha lido nada a respeito dele, o que geralmente não me arrisco a fazer, mas da compra que eu fiz naquele dia, foi o livro que mais amei!
O livro conta a historia de Dom Tillman, um professor de genética nada comum. Dom tem uma vida regrada e pontual. Come, pratica exercícios, toma banho, sempre nos mesmos horários. Possui um grupo de amigos seleto, composto por seu amigo Gene e sua esposa Claudia. Com 39 anos, é um adulto de meia idade musculoso, solteiro e o melhor: nunca teve uma namorada! Percebendo isso decide montar um projeto, Projeto Esposa. 
O livro é narrado de uma forma bastante divertida e unica. Dom é um personagem muito metódico e isso deixa as coisas bastante engraçadas. As manias malucas e o modo como ele se socializa são impagáveis, me fez rir muito. 
Esse é o tipo de livro para levar para as férias, para curtir um final de tarde em casa, é muito gostoso de se ler. A diagramação é boa e a capa sem comentário né 

Já tinham ouvido falar nesse livro? Gostaram?


Perfis que valem o like no Instagram!

"Me diga quem segues que direi quem tu és." Ok, a adaptação dessa frase não é das melhores maaas riam para não me deixar no vácuo kkkkkk. Estava pensando esses dias, tem muitos perfis legais no Instagram e muita gente nem conhece. Resolvi fazer então a lista dos perfis mais legais que eu sigo e recomendo. Alguns são famosinhos entre os fotógrafos, mas se é famoso de certo é de qualidade, ou não.
Ia colocar uns perfis de blogueiros mas vou fazer uma listinha para os meus favoritos depois. 
Não está em ordem de preferencia ;)
Kat é uma russa que vive em Nova York e simplesmente tira fotos incríveis! Sou um pouco suspeita para falar porque amo fotos de cidade, e o jeito que ela mostra Nova York em suas fotos me deixa mais apaixonada por esse tipo de fotografia. Vale o like. 

O que dizer? Acabei no perfil do Christoffer Collin ao acaso, e me apaixonei pelas fotos. A maioria delas é o olhar dele sobre a natureza, ele frequenta lugares belíssimos e as fotos são mais belas ainda. Só amores por essas fotos.

Delicado na medida certa. As fotos da Sarah Outeiro são lindas, femininas, divertidas... resumindo: do jeito que eu gosto! Dignas de tumblr e weheartit hihi


Ai ai, eu amo esse perfil! A Stéphanie tira cada foto mais fofa que a outra, e eu curto todas, principalmente da sua filhinha Cerise que é muito linda! O mais legal que acho desse perfil é que a maioria das fotos segue praticamente a mesma edição: tons pasteis! O que deixam as fotos lindas *-*

Sim é ele! Eu sigo o Junior (do Sandy e Junior) hahaha. Para alguns pode soar meio estranho, mas eu descobri o perfil dele, também, ao acaso e me apaixonei pelas fotos. Em geral as fotos são em preto e branco e segundo ele todas tiradas pelo iPhone (o que eu acho muito legal já que muitos perfis usam as câmeras profissionais/ou não para postar e acho que a ideia do Instagram é tirar as fotos pelo celular né, o que faz as fotos são os fotógrafos e não as câmeras ;) ). 

Aô Goiânia!!!! A Jordana Barale é minha fotografa favorita da minha cidade. Sou apaixonada pelas fotos e pela sua sensibilidade. É claro que não podia deixar de acompanhar o trabalho dela também pelo instagram (se quiser conhecer mais essa é a pagina dela no facebook). Vale a pena conferir.


César Ovalle um fotografo mostrando São Paulo a partir do seu olhar. Serio, as fotos deles são incríveis, acho muito criativas. BÔNUS! O perfil da namorada dele vale a pena conferir também @harianameinke.

Sabe aquele cantor fotografo? Pois então, um dos poucos perfis de artistas que sigo (e é serio, parei pra pensar nisso agora hahaa), mas não é para menos, além de postar foto com a plateia depois dos shows ele tira fotos lindas pelos lugares que ele passa, ainda mais agora que está em turnê. Se você não conhece o Tiago Iorc é bom conhecer vale a pena (não só no instagram mas como musico também).

Finalmente um perfil divertido! Não sigo muito esses perfis de piadinhas, não porque não goste, mas porque não conheço muitos hahaha. Esse, se não me engano, é o único engraçado que sigo. Irônica Disney vale seguir porque as frases são hilarias! Confesso que tiro print de varias só para rir e mandar para as amigas depois kkkk

Novamente, mais um perfil digno de tumblr e weheartit! As fotos da Débora Islas são lindas e delicadas. A cada nova foto um novo like, serio, como não curtir?!

Acho que é um dos poucos perfis que vi crescer. Quando conheci tinha poucos seguidores e hoje só cresce. Para quem gosta de livro ele é o achado. A dona do perfil faz uma coletânea das melhores frases de livros para montar uma foto legal para por, nos comentários sempre está pedindo novas frases. Mesmo para quem não gosta de ler, mas gosta de frases fofas. As imagens são lindas, vale muito a pena curtir!


Ok, a maioria das fotos tem aqueles doces que te fazem ficar com muita vontade de entrar na foto roubar o que tem ali hahaha. Mas o que mais gosto é que as fotos são muito bem tiradas, e isso vale tudo. 

E o meu é @_isamaciel é humilde mas é de coração hahah :D

Ah! Caso você não tenha celular com Instagram, tem como acompanhar pela web mesmo, fica a dica ;)
E aí, quem você segue? Recomenda alguém? Já conhecia algum desses perfis? Comenta aqui! Espero que tenham gostado das dicas.