Uma carta de retrospectiva


14 de Dezembro de 2013, sábado, ás 2:00

Neste ano um ciclo se fechou na minha vida. O colegial, agora acabou pra sempre a época do colégio, de estudar aquelas matérias chatas como física (desculpa se alguém ai gosta de física mas pra mim simplesmente é muito ruim), de tentar decorar fórmulas de matemática (tudo bem que no meu curso ainda vou ver matemática), enfim. Agora escrevendo esse texto percebi que nunca mais voltarei a esse tempo de escola (acredito eu). Não fiquei tão melancólica como muitas pessoas ficam quando terminam o ensino médio. Até porque nesses anos de estudo me mudei de colégio seis vezes (não porque eu queria, mas porque minha mãe queria). 
Acabei mudando de cidade nesse meio tempo e só tenho coisas boas para lembrar da minha infância que foi na cidade onde eu nasci. Lá estudei até a segunda serie e bem foi uma das épocas mais divertidas. Como nasci em uma cidade de interior toda criança brincava na rua com seus vizinhos, todo mundo se conhecia e é claro que eu preferia brincar ao invés de estudar! Fingia que estava fazendo os exercícios referentes a tarefa de casa (para ir logo brincar), não me lembro de estudar para nenhuma prova (sério gente, fui pensar nisso agora) não sigam o meu exemplo, e toda sexta meu pai que estava trabalhando na cidade que moro hoje ia para casa e me levava pra tomar sorvete no coreto (eu amava). E lembro que por tanto brincar assim e não dar a mínima para o colégio quase bombei em matemática. Estudei muuuuito (porque apesar de tudo não queria bombar), fiz a prova e fiquei esperando o resultado morrendo de medo, lembro que no dia da prova e do resultado estava usando um short jeans e ele virou o jeans da sorte (sério haha) porque eu consegui passar (fiquei mega feliz).
No ano seguinte me mudei para a cidade que moro hoje. Não me acostumei assim tão rápido, aqui como é uma cidade relativamente grande é mais perigosa que o interior e eu não tinha vizinhos com quem brincar, não podia ficar na rua e todas essas coisas chatas de cidade grande. Fiquei muito chateada na época, então não me restou outra alternativa a não ser estudar. Foi nesse momento que comecei a estudar mesmo porque antes era só brincar. Estudei a maior parte na minha vida em um colégio evangélico e tinha no início bastante dificuldade em algumas matérias (colhendo os frutos que plantei) porém corri atrás e consegui tirar boas notas.
 Na minha adolescência sempre fui uma boa aluna, nunca dei trabalho para os pais e era bastante tímida mas logo que ia conhecendo as pessoas ia me soltando, nunca tive muitos amigos (porém os que tive foram os melhores). Nesse tempo conheci minhas duas melhores amigas que ano que vem completaremos oito e sete anos de amizade (ai que lindo haha) e estudei pouco tempo com elas, acredito que tenha sido no máximo uns três estudando juntas somente, porém vocês devem ter percebido que isso não foi um empecilho para nossa amizade. 
Quando me mudei de cidade me tornei uma boa aluna e foi assim que terminei o ensino médio. Em cada ano estudei em um colégio diferente porém isso me fez amadurecer bastante se comparado como eu era antes. Esse ano ocorreu muitas mudanças na minha vida, além de passar pela pressão do vestibular. Acredito que ficamos tão nervosos na prova e ás vezes não conseguimos passar no vestibular que desejávamos justamente por conta da pressão que colocam sobre nós. O vestibular não é um bicho de sete cabeças (meio clichê eu sei) é uma prova (quase) normal que poderá decidir seu futuro. Não é preciso ficar nervoso depois que passa você se pergunta "porque fiquei nervosa mesmo?". Espero que quando vocês forem prestar vestibular fiquem tranquilos, porque ali você vai colher o que plantou nos seus anos de estudo e se não der certo, beleza, tenta outra vez. Todo ano tem vestibular e não é o final do mundo não passar, você certamente irá chorar (eu chorei haha) mas passa tão rápido é só um final de semana. Minha família graças a Deus sempre me apoio nas minhas decisões e não colocaram pressão sobre mim para passar na federal do meu estado.
 Então fazendo uma retrospectiva dos meus anos de colegial vejo que aconteceu muitas coisas boas momentos engraçados e conheci pessoas que vou levar pro resto da minha vida é o lugar onde fiz as melhores amizades. Portanto aproveitem esse época que é muito boa, certamente irei sentir saudade (é o que todo mundo fala) no futuro venho aqui contar para vocês. Queria fazer uma retrospectiva de todos esses anos, afinal foram muuuitos anos estudando. Agora vou entrar na faculdade de psicologia (espero que tenha feito a escolha certa), continuarei acordando cedo e estudando muuuito. O importante é que terminei o ensino médio bem e feliz, sei que fiz o melhor (talvez deveria ter me esforçado mais um pouquinho e dormido mais cedo haha). Confesso que nas duas ultimas semanas de aula que já havia passado de ano e já havia acabado a pressão do vestibular eu só fiquei lendo (não prestei atenção em nenhuma aula) e conversei um pouquinho (ninguém é de ferro) tudo que não fiz o ano todo fiz agora.Irei começar um novo ciclo, a faculdade e espero que seja melhor que o colegial. 

Adeus ensino médio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário